A estrela do Oriente

Virgem do Bom Ar, uma obra-prima do início do século XVII, assinada pelo pintor português Vasco Pereira Lusitano, Museu Nacional de Arte Antiga (MNAA), Lisboa, 30 de julho de 2020. Proveniente de uma coleção particular, a obra, uma das mais importantes do pintor português radicado em Sevilha no final do século XVI, junta-se ao seu acervo, num depósito por cinco anos, e pode ser vista até 13 de dezembro. LUSA.

Portanto, assim como a estrela trouxe a Jerusalém os Magos desde o Oriente, também a divina graça atrai os pecadores ao estado da penitência desde a vaidade do mundo, a fim de que procurem o Rei nascido, procurando O encontrem e encontrando O adorem.

Bem aventurado o ventre que trouxe

Imaculada Conceição, fresco no tecto do presbitério da Igreja de Santo António dos Olivais, em Coimbra. Foto MSA 2012.

Bem-aventurado o ventre da gloriosa Virgem, da qual escreve S. Agostinho no livro De Natura et Gratia: “Quando se trata de pecados, excetuo a Santíssima Virgem”, da qual, por honra do Senhor, não quero absolutamente se faça questão alguma.

O fio de prumo dos santos

Painel na Basílica da Santíssima Trindade, Fátima. Foto MSA 2011.

A Palavra de Deus Naquele tempo, ao ver as multidões, Jesus subiu ao monte e sentou-se.Rodearam-no os discípulos e Ele começou ensiná-los, dizendo:“Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é …

Ler mais

%d blogueiros gostam disto: