Santo António: de monge a pregador itinerante

No ano de 1219, em Coimbra, António, quando era ainda Fernando, encontrou pela primeira vez um grupo de frades oriundos do centro de Itália que se preparavam para ir a Marrocos pregar o Evangelho. Este encontro deixou uma marca indelével no ânimo de Fernando, que, ao ver regressar meses depois os corpos desfeitos dos cinco frades menores, não hesitou em pedir algo que andava a remoer no seu íntimo, já há algum tempo, e que iria causar um certo burburinho: trocar o mosteiro de Santa Cruz pela ermida de Santo Antão dos Olivais.

%d blogueiros gostam disto: