fbpx

Diálogo: Construir pontes

Papa Francisco com o príncipe herdeiro de Abu Dhabi, Sheikh Mohammed bin Zayed Al Nahyan, na cerimônia de despedida no aeroporto presidencial de Abu Dhabi no final da visita de três dias aos Emirados Árabes Unidos, 5.FEV.2019. Foto: EPA/VATICAN MEDIA.

Em junho de 1219, Francisco de Assis, em plena luta da 5ª cruzada, saiu da sua zona de conforto para se encontrar com o sultão Malik al-Kamil. Ao tropel dos combates, Francisco de Assis contrapunha o diálogo, o encontro e a amizade com o inimigo. Este gesto, velho de oitocentos anos, tem que germinar em novas pontes nos tempos de hoje.

Somos todos irmãos

Está na moda manifestar solidariedade para com as vítimas de atos de terrorismo ou catástrofes (nem sempre todas), afirmando: Je suis… (Eu sou…). Alinho também eu, mas mudando o atributo do sujeito: Je suis frére, quer dizer: Eu sou/sinto-me irmão, porque somos todos irmãos, nesta casa comum, a terra, nossa mãe e nossa irmã.

%d blogueiros gostam disto: