SÍRIA: Já imaginou o que pode fazer com 11 Euros?

Felix Lungu, Fundação AIS

A Síria é um país mergulhado em profundo sofrimento. Ao fim de uma década de guerra, o desespero das pessoas parece não ter fim. Falta quase tudo na Síria. Desde a alimentação aos cuidados básicos de saúde. A crise é tão profunda que há famílias que já sobrevivem apenas a pão e água.

As crianças fazem parte do grupo mais vulnerável da população síria. Muitas crianças nasceram com o país já em guerra. Não conhecem outra realidade que a da violência, das bombas, dos mortos e feridos.

Da Síria chegam-nos relatos dramáticos que o mundo não pode ignorar. Há cerca de um milhão de crianças órfãs na Síria.

Há muitas crianças que foram forçadas a combater na guerra. Deveriam estar na escola e colocaram-lhes armas nas mãos. Há crianças, muitas crianças traumatizadas na Síria.
Este ano, a irmã Annie Demerjian, da Congregação de Jesus e Maria, lançou mais uma formidável Operação de Natal na Síria.

A ideia é oferecer roupa quente, calças e camisolas, a trinta mil crianças. Não são brinquedos, nem guloseimas. São calças e camisolas que fazem falta para os dias muito frios de Inverno da Síria.

A irmã Annie pede-nos ajuda. Ela sabe quem são essas crianças. Sabe onde vivem essas crianças. Elas estão em Damasco, Alepo, Homs, Kameshli, Hassakeh, Swidaa e Horan. A irmã Annie só precisa mesmo da nossa ajuda para oferecer a cada uma destas trinta mil crianças a prenda de Natal de que elas mais precisam. Ajudar a irmã Annie custa apenas 11 euros. Será que ela pode contar consigo?

%d blogueiros gostam disto: