fbpx

Jubileu 2020, em Coimbra

Coimbra celebra, durante o ano de 2020, o Jubileu dos 800 anos dos Mártires de Marrocos e de Santo António.

A 16 de Janeiro de 2020, comemoram-se os oitocentos anos do martírio dos primeiros frades que São Francisco de Assis enviou em missão para Marrocos: Berardo e Otão (sacerdotes), Pedro (diácono), Acúrsio e Adjuto (leigos). Aí dedicam-se apaixonadamente à pregação e à evangelização, não obstante a perseguição. Sabendo do seu martírio, São Francisco de Assis terá referido: “agora posso dizer que tenho cinco verdadeiros frades menores”.

Tal acontecimento, juntamente com a chegada das Relíquias dos Mártires à Igreja de Santa Cruz de Coimbra, impressionou de tal modo o neo-sacerdote Fernando Martins de Bulhões que ele se decidiu, nesse mesmo ano de 1220, a fazer-se Frade Menor. Assumindo o nome de António, é recebido no convento de Santo António Abade dos Olivais, em Coimbra.

Na comemoração dos oitocentos anos do martírio dos Protomártires Franciscanos, bem como da vocação franciscana de Santo António, o Bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, em Carta Pastoral de Anúncio do Ano Santo, acompanhada pelo Decreto do Vaticano, assinado pelo Papa Francisco, proclama o Jubileu 2020, como um Ano Santo da Graça do Senhor.


Veja também o Programa dos Diálogos com António 2020.

%d blogueiros gostam disto: