Quando o fogo destrói a vida

Quando o fogo destrói a vida

Dor. Tristeza. Impotência. Desilusão No dia em que escrevo, são as lágrimas que caiem nesta folha branca a tirar cor ao dia: cinza no ar; cheiro a queimado; temperaturas sufocantes …

Ler mais

Santo António e Nossa Senhora

Aparição da Virgem com o Menino a Santo António, painel de Azulejos, autor desconhecido, meados do séc. XVIII. Foto do Museu de Lisboa, José Avelar

É conhecida a devoção de Santo António pela mãe de Jesus, devoção essa que frei António deixou registada em diversos sermões que escreveu e na defesa da questão da Imaculada …

Ler mais

A impossível banalidade do bem

Instalação artística, em Praga, Ai Weiwei

Mesmo a quem nunca leu Eichmann em Jerusalém, livro de Hannah Arendt (Hanover, 1906 − Nova Iorque, 1975) publicado em 1963, certamente lhe ressoará o subtítulo: um relato sobre a …

Ler mais

O que nos faz grandes

Pais e filhos. Pôr do sol junto ao lago.

Partilho convosco, queridos leitores, uma banal experiência de férias, que, no entanto, me fez pensar e mudar de atitude. Como um grande número de portugueses, rumei em direção à praia …

Ler mais

O turista nosso irmão

Lisboa, festas populares e turistas

No momento em que começo estas linhas, não tenho notícia de qualquer ataque a autocarros de turistas em Portugal. No entanto, este verão está a ser particularmente desconcertante. Avionetas que …

Ler mais

Aprender a conjugar a vida com o verbo contemplar

Família em férias com lago ao fundo

A natureza – e o modo como cuidamos dela − revela muito do que somos como pessoas e como sociedade. Somos muito dos horizontes que podemos alcançar e da natureza …

Ler mais

%d blogueiros gostam disto: