Que terço rezas? Clássico, ecológico ou original?

Os jovens das comunidades não se cansam, nem se fartam de anunciar nas redes sociais e nos púlpitos das igrejas que estão à venda três tipos de “terços”, alusivos ao logotipo da JMJ.

Por “terço” entendo o instrumento de oração, a coroa com cinco dezenas de contas, que servem para não perder “a conta” das Ave Marias. Uma campanha de marketing tricolor – verde, amarelo, vermelho – que tem como meta a oração do Rosário, ao longo do mês de Maio e dos meses que nos separam da JMJ de Lisboa 2023. Uma longa e emocionante maratona com a Virgem Maria a torcer e abrir caminho connosco!

Um é clássico, em madeira com a cruz do logo: é o mais concorrido nas vendas, talvez, por ser o mais simples e o mais barato! Há outro em madeira que se apresenta como o mais original: por cada dezena, tem um separador, um quadradinho com o lema da JMJ 2023, “Maria levantou-se e partiu apressadamente”. Finalmente há um terceiro que eu definiria “ecológico” por ser feito em plástico reciclado.

Ao ver tanto entusiasmo juvenil em terras de Santa Maria, penso que também Nossa Senhora exultará de alegria, porque o Senhor continua a fazer maravilhas, n’Ela e através d’Ela. Sugeri aos pais e avós para oferecerem o terço aos filhos, sobrinhos ou netos… Quem sabe se não surgirá uma “cumplicidade mariana” entre jovens e adultos a caminho da Jornada Mundial da Juventude de Lisboa 2023.

Penso no exemplo de vida de dois santos tão marianos nas paróquias onde vivo: Maximiliano Kolbe e Beatriz da Silva.

Maximiliano criou juntamente com outros jovens frades, em Roma, um movimento mariano para evangelizar o mundo. Dizia que as “Ave Marias” são armas para combater qualquer tipo de mal. No campo de Auschwitz, onde morreu, a oração do terço aliviou a dor e o desespero de muitos prisioneiros.

Beatriz da Silva, era jovem, bonita por dentro e por fora, mas, vítima das intrigas na corte de D. João II de Castela, foi fechada, ao longo de três dias, num baú. A rainha cheia de ciumeira esperava que morresse asfixiada, mas a jovem confortada com a visão da Virgem Imaculada, sobreviveu e consagrou a Maria a sua vida e a das amigas que, entretanto, tinham seguido o seu ideal.

“E tu, que terço rezas? Clássico, original ou ecológico?”. Como diz Francisco, o Papa, a Virgem Maria é a melhor influencer na vida dos jovens com os seus momentos de luz e de escuridão.

Valorizamos a opinião dos nossos leitores...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: