Do lado de cá da meia-noite

Seis ensaios, de diversos contextos e origens, reúnem-se neste novo volume de D. António Couto, que já habituou o leitor a uma reflexão alimentada pelo sabedoria bíblica. O contexto atual de crise pandémica é o mote para descobrir na Bíblia as múltiplas crises que o povo de Deus atravessou, desde o Êxodo ao Exílio na Babilónia, da Cruz à Páscoa. A abrir surge-nos a figura do profeta Jeremias, em cujo corpo, singular e comunitário, se atravessou a noite e o amanhecer, o fracasso e a esperança. No meio, a certeza de que Deus abre, no seio das violências da história, um caminho novo, uma nova mentalidade.

É sabido que as grandes páginas bíblicas e o movimento substancial que atravessa a Bíblia não resultam de pacientes reflexões sistemáticas, por via teorética, mas da vivência e leitura dos acontecimentos difíceis da vida, por via traumática.

A busca de uma nova educação, na fé e na conversão do coração, é o único caminho para que da crise não se regresse à situação anterior que a gerou, mas se supere em direção a um modo de viver novo.

É também um tempo de graça, de reflexão, de leitura atenta aos sinais que Deus coloca diante de nós e do lançamento de pontes para um novo tempo de esperança, a céu aberto, um caminho rasgado no deserto, sem posse, mas completamente aberto ao milagre.

Neste novo ensaio percebe-se como o texto bíblico pode ser recebido, não como um compêndio de ensinamentos morais ou um conjunto de histórias, mas como o testemunho de uma sabedoria, de uma maneira de pensar Deus e o ser humano. Nas entrelinhas do texto descobrimos as filigranas de um Deus de Amor que busca pela mão uma Humanidade doente, não apenas de um vírus.

Título: Do lado de cá da meia-noite
Autor: António Couto
Edição: Paulus
Páginas: 152

%d blogueiros gostam disto: