Enquanto há esperança, há vida

Podemos mesmo afirmar que a visita do Papa ao Iraque foi uma antecipação da festa da Páscoa. Com efeito, se Páscoa significa passagem da escravidão para a terra da liberdade, caminhada da morte para a vida, então a presença dos cristãos no Iraque é um sinal luminoso da fé no Ressuscitado, que continua a gerar vida e vidas novas.

Este conteúdo é reservado aos assinantes com assinatura AMIGO.
Entrar Faça a sua inscrição
%d blogueiros gostam disto: