Um gesto de solidariedade

Cabo Delgado quer paz

Montante doado até ao dia 10.dez.2020 – 20 470,00 €
Primeira transferência enviada a 3.dez.2020 – 10 000,00 €
Segunda transferência enviada a 11.dez.2020 – 10 000,00 €

CONVIDAMOS TODAS AS PARÓQUIAS A PARTILHAREM O SEU OFERTÓRIO,
DO DIA 17 DE JANEIRO, A FAVOR DOS REFUGIADOS DA DIOCESE DE PEMBA.

Em Coimbra e na Diocese de Coimbra estamos a viver o ano jubilar dedicado aos Santos Franciscanos Mártires de Marrocos e à vocação franciscana de Santo António. Ao longo deste Jubileu que termina a 17 de janeiro 2020, realizámos 8 “Diálogos com António”, os primeiros ao vivo e depois nas redes socais devido ao coronavírus, debruçando-se cada um sobre um tema particular que caracterizou a figura do Santo e que continua atual para a nossa sociedade. Participaram amigos e colaboradores da nossa revista “Mensageiro de Santo António”, que aceitaram o desafio com empenho e entusiasmo.

O último dos “Diálogos”, realizado a 1 de novembro, teve como tema “Ninguém fica para trás“, em referência às muitas situações de marginalização que ocorrem no mundo e que constituem uma ferida aberta no corpo da humanidade. Santo António, de facto, não era apenas o “martelo dos hereges”, era também o mártir da caridade e da justiça.

Desde Coimbra, no mosteiro de Santa Cruz, participaram Carlos João Diogo, que ocupou o cargo de Gestor em várias empresas de Coimbra, nomeadamente na Critical Software, sendo atualmente diretor geral da Cáritas Diocesana de Coimbra, e Frei Domingos Celebrin, franciscano conventual, pároco na paróquia de Santo António dos Olivais, um dos pólos deste Jubileu 2020. Em Lisboa esteve a Filipa Pires de Almeida, investigadora no Centro de Liderança e Negócios Responsáveis da Universidade Católica de Lisboa e que integra o grupo de Economistas que aconselham o Papa Francisco sobre um novo modelo económico, na iniciativa chamada Economia de Francisco. Ainda a partir de Lisboa, moderou o debate a Sónia Neves, jornalista na Agência Ecclesia e na rádio Antena 1, desde 2009, que tem realizado várias reportagens e entrevistas sobre as Missões e a problemática dos migrantes, entre outras temáticas.

Participou ainda o Bispo de Pemba (Moçambique) que denunciou uma situação dolorosa que se passa na sua diocese, na região de Cabo Delgado. Há já alguns anos que a guerrilha tem vindo a fustigar esta região, forçando os habitantes indefesos a fugirem das suas aldeias. São já milhares os mortos e mais de meio milhão os refugiados. Os ataques são atribuídos a guerrilheiros do ISIS que provavelmente são manipulados por interesses económicos, ligados à exploração do gás em que a região é rica. O Bispo de Pemba, D. Luiz Fernando Lisboa, missionário passionista brasileiro, lançou um apelo internacional de solidariedade para com estes nossos irmãos e irmãs, que perderam quase tudo.

A nossa revista “Mensageiro de Santo António”, com o empenho da Delegação dos Frades em Portugal e em colaboração com o Comité do Jubileu 2020, juntou-se prontamente ao apelo do bispo e organizou uma campanha de angariação de fundos a favor da Cáritas da Diocese de Pemba.  A campanha terminará com a conclusão do Jubileu, ou seja, no dia 17 de janeiro de 2021, festa dos Protomártires franciscanos.

Frei Domingos na conferência de imprensa Cabo Delgado quer paz
Frei Domingos na conferência de imprensa Cabo Delgado quer paz

No dia do lançamento da campanha solidária “Cabo Delgado quer Paz” assim falou o Frei Domingos, pároco de Santo António dos Olivais:

O Jubileu dos 800 anos e, …. no Jubileu, os Diálogos com António levaram-nos a encontrar um Bispo com o nome de Luiz FERNANDO LISBOA que nos tocou no coração. Nada acontece por acaso! Ninguém tinha previsto, ninguém tinha programado, mas o Espírito Santo sopra onde e quando quer. Não queria ser demagógico, mas atrevo-me a fazer esta leitura: Santo António e os Santos Mártires de Marrocos levaram-nos a conhecer uma terra longínqua onde há cristãos a serem mortos da mesma forma que os Santos Mártires e onde há um Bispo que, como Santo António, se tornou a voz dos que não têm voz e que nos arrastou a abraçar a mesma causa: sermos voz dos que não têm voz para que o mundo saiba.

Partilhamos do que temos para que a fraternidade seja visível. Oramos incessantemente para nos tornarmos um só coração e uma só alma.

No início deste Jubileu cada um de nós tinha os seus “pontos de vista”. Depois veio a COVID-19 que parecia querer dar cabo de tudo, mas o Espírito Santo veio endireitar o leme do barco e convida-nos, mais uma vez, a escutar Santo António que nos diz: Agora cessem as palavras e falem as obras.

Este jubileu não podia ter desfecho melhor. Não fomos nós a escolhê-lo, foi o Espírito Santo.

Junta-te a nós nesta campanha solidária Cabo Delgado Quer Paz!

Esta partilha já atingiu os 20 mil euros, oferecendo-nos sinais surpreendentes de solidariedade!

Atrevemo-nos a desafiar todas as paróquias e comunidades a participar nesta campanha de solidariedade em nome de Santo António. Sabemos que neste período de Natal há muitos outros pedidos, mas também sabemos que a bondade não tem medida… Agradecemos com todo o nosso coração, em nome do Bispo de Pemba e dos “pobres” da sua diocese.

É muito simples participar:

Para fazer o seu donativo utilize o botão DOAR.
Poderá fazer o seu donativo utilizando Multibanco, MbWay e PayShop. Poderá também fazer uma transferência para o IBAN abaixo em nome de ACMSA , escrevendo nas indicações DONATIVO PEMBA.
Se preferir dirija-se à sua paróquia e efectue aí o seu donativo.

IBAN: PT50 0010 0000 42510410001 59
ENVIAR comprovativo e NIF (caso deseje Recibo com indicação do Nº de Contribuinte) para pemba@santoantonio.live

Mais informações em: https:/santoantonio.live

%d blogueiros gostam disto: