fbpx

O tempo da criação

De 1 de setembro (Dia Mundial de Oração pelo Cuidado da Criação) a 4 de outubro (solenidade de S. Francisco de Assis), ocorre a iniciativa ecuménica mundial O tempo da Criação, em que o Papa nos convida à oração e encoraja na procura de novos caminhos para Igreja e para uma ecologia integral, com especial atenção à Casa Comum.

Este ano celebramos conjuntamente o Jubileu da Terra, na comemoração dos 50 anos de instauração do Dia da Terra, que ocorreu todos os anos a 22 de abril, desde 1970.

Pede-nos Francisco que se dê vida à Laudato Si’ procurando novas respostas num novo modelo económico e dando à natureza o devido lugar nas nossas relações não a considerando uma mera moldura da nossa vida.

O Dicastério para o Serviço do Desenvolvimento Humano Integral convida todas as comunidades a promover iniciativas em espírito ecuménico, neste ano especial do 5º Aniversário da Laudato Si’, “para responder ao grito da terra” e “ao grito dos pobres”.

Trata-se de uma grande oportunidade para proteger a nossa Casa Comum, tomando consciência do nosso papel de guardiões, ou seja, da nossa vocação e responsabilidade de cuidadores da criação.

Disse o bispo de Roma, depois do Angelus: “Este é o tempo para repensar o nosso estilo de vida, a forma como escolhemos, no dia a dia, os alimentos, o que consumimos, como nos deslocamos, como utilizamos a água, a energia e tantos outros bens materiais, que usamos de forma imprudente e prejudicial. Estamos expoliando a criação. Há que mudar adoptando estilos de vida mais simples e mais respeitosos!”.

No âmbito do Jubileu 2020, o Mensageiro de Santo António promove no dia 3 de outubro, às 19:15, mais um Diálogos com António 2020, desta vez sob o tema “O tempo da criação”. Este Diálogo decorre no mosteiro de Santa Cruz com transmissão em direto nas redes sociais.


Foto da capa: Menina indiana em Bangalore, Índia, 22 de março de 2018, no Dia Mundial da Água realizado anualmente para chamar a atenção para a gestão sustentável dos recursos de água doce . EPA / JAGADEESH N.

Valorizamos a opinião dos nossos leitores...

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: