fbpx

14 de maio – um dia dedicado à Fraternidade humana

O Alto Comité para a Fraternidade Humana convida “todas as pessoas, em todo o mundo, a dirigir-se a Deus rezando, suplicando, jejuando e praticando obras de misericórdia”, a 14 de maio, num dia dedicado à humanidade.

Cada um de nós, segundo sua religião, fé ou doutrina é convidado a dar o seu contributo na erradicação desta epidemia, para que Deus nos salve desta aflição, ajude os cientistas a encontrar um remédio que a derrote e, uma vez eliminada a pandemia, tenhamos a coragem de fazer renascer um mundo mais humano e mais fraterno.

Este dia oração pretende ajudar-nos a tomar consciência do momento histórico que vivemos para que iniciemos um caminho que possa libertar “o mundo das consequências sanitárias, económicas e humanitárias da propagação deste contágio grave” do coronavírus.

A mensagem Rezar pela humanidade, divulgada dia 2 de maio, é dirigida aos “irmãos que acreditam em Deus criador e aos irmãos em humanidade onde quer que estejam” e convida os líderes religiosos e as pessoas de todo o mundo à oração, no próximo dia 14 de maio.O Alto Comité propõe, portanto, o dia 14 de maio como “um dia de oração, jejum e invocação para a humanidade”, solicitando aos líderes religiosos e todas as pessoas do mundo, “a responder a este convite humanitário e a dirigir-se a Deus com uma só voz, para que preserve a humanidade, a ajude a superar a pandemia, lhe restitua a segurança, a estabilidade, a saúde e a prosperidade e torne o nosso mundo, eliminada esta pandemia, mais humano e mais fraterno”.

O Alto Comité para a Fraternidade Humana é formado pelo cardeal e presidente do Conselho Pontifício para o Diálogo Inter-religioso, D. Miguel Ángel Ayuso Guixot, pelo presidente da Universidade de Al-Azhar, o professor Mohamed Hussein Mahrasawi, pelo secretário pessoal do Papa Francisco, D. Yoannis Lahzi Gaid; pelo conselheiro do grande imã, o juiz Mohamed Mahmoud Abdel Salam; pelo presidente do Departamento de Cultura e Turismo de Abu Dhabi, Mohamed Khalifa Al Mubarak; pelo secretário-geral do Conselho Muçulmano dos Idosos, Sultan Faisal Al Rumaithi; pelo escritor e representante dos media árabe, Yasser Hareb Al Muhairi, e pelo rabino Bruce Lustig.


Foto da capa: Viagem Apostólica do Papa Francisco aos Emirados Árabes Unidos para participar na Reunião inter-religiosa no Memorial do Fundador, 4 de fevereiro 2019.

%d blogueiros gostam disto: