fbpx

8 mar – FORÇA – Mali: Irmã Gloria Cecilia Narváez

Em 7 de fevereiro de 2017, cinco homens armados entraram no convento das Irmãs Franciscanas de Maria Imaculada, em Karangasso, MALI.

Um transportava uma catana e os outros tinham armas. Roubaram a ambulância pertencente ao dispensário e os computadores, e raptaram uma das quatro irmãs, a superiora, Irmã Gloria Cecilia Narváez, que trabalhava na paróquia há seis anos, cuidando de crianças órfãs e disponibilizando apoio e formação prática às mulheres locais.

A Irmã Gloria tem 56 anos e é superiora de uma comunidade composta por três irmãs colombianas e uma do vizinho Burkina Faso. Elas têm trabalhado na capela missionária na região de Sikasso, a cerca de seis horas de viagem do sudeste de Bamako, capital do país. Ao todo, a Irmã Gloria trabalhou 12 anos no continente africano, seis no Benim e os outros seis no Mali.

Rezemos juntos: Foi na capital do Mali que a missionária Gloria Cecilia Narváez Argoti foi sequestrada, em 2017. Senhor, é arriscado dizer sim ao teu chamamento e ir servir os irmãos nalgumas zonas do nosso mundo. Obrigado por confiares em nós, apesar da nossa fragilidade. Concede-nos que, sendo fracos como somos, acreditemos que queres fazer coisas grandes por meio destes tão débeis instrumentos. 

Como ajudar: Muitas congregações religiosas em África estão envolvidas em projetos para o desenvolvimento das mulheres, por vezes em situações tão perigosas como as que a Irmã Gloria enfrentou. Em 2018, a Fundação AIS apoiou a formação e o apostolado de 3470 religiosas em África.

%d blogueiros gostam disto: