fbpx

6 mar – COMPROMISSO – Iraque: Padre Ragheed Aziz Ganni

Ragheed Ganni, de 35 anos, era padre católico do rito caldeu na Paróquia do Espírito Santo, no norte de Mossul, IRAQUE. Em 3 de junho de 2007 foi assassinado por agressores desconhecidos, homens armados que dispararam não só contra ele, mas também contra três dos seus sub-diáconos, Basman Yousef Daud, Wahid Hanna Isho e Gassan Isam Bidawed.

Depois de celebrar a Missa da tarde, o Padre Ragheed foi abordado por um dos seus assassinos que antes lhe tinha ordenado para fechar a igreja. Questionado sobre a razão por que não o tinha feito, respondeu: “Como posso fechar a Casa de Deus?” Depois de terem sido ordenados a converter-se ao Islão e de recusarem, os quatro homens foram mortos a tiro no local.

O Padre Ragheed foi um dos muitos padres que estudaram em Roma com a ajuda de uma bolsa de estudo da Fundação AIS. Embora pudesse ter continuado os estudos em Roma, decidiu regressar ao Iraque porque sentiu que o seu povo precisava dele. Uma das últimas cartas que escreveu foi para agradecer o apoio à Fundação AIS.

Rezemos juntos: O P. Rahgeed Ganni, de 35 anos, caiu vítima de um atentado, no Iraque, em 2007. Com ele foram assassinados mais três subdiáconos. Por intercessão dos santos mártires, nós Te suplicamos, Senhor: protege com a tua bênção as populações onde não há liberdade religiosa nem respeito pelos direitos humanos. Converte os governantes que fomentam ou não refreiam a intolerância e o ódio!

Como ajudar: São vitais para o trabalho da Igreja em todo o mundo padres católicos bem formados, com uma visão católica verdadeiramente universal. O Padre Ragheed foi um dos muitos sacerdotes que a Fundação AIS ajudou, e continua a ajudar, na sua formação. Em 2018, a Fundação AIS financiou 406 bolsas de estudo para os padres estudarem na Europa, na Ásia e na América do Sul.

%d blogueiros gostam disto: