fbpx

3 mar – ENTREGA – Burkina Faso: Quatro catequistas assassinados

Em 13 de maio de 2019, terroristas atacaram um grupo de fiéis católicos em Singa, perto da cidade de Zimtenga, no BURKINA FASO, quando regressavam de uma procissão em honra da Virgem Maria. Separaram quatro indivíduos do grupo. Pelo menos três parecem não ter sido escolhidos aleatoriamente. Eram membros líderes dos leigos católicos, um dos quais tinha sido presidente da comunidade católica local durante muitos anos e outros dois eram catequistas na comunidade. A impressão dada foi que os agressores tinham como alvo deliberado os líderes da comunidade.

Os terroristas permitiram que as crianças do grupo escapassem, mas assassinaram os quatro adultos e destruíram a estátua da Virgem Maria.

Rezemos juntos: Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, rainha dos mártires, medianeira de todas as graças, protege os “degredados filhos de Eva”! Foi no dia 13 de maio de 2019, que, após uma procissão mariana, foram mortos 4 leigos católicos e destruída a estátua de Nossa Senhora. Mãe de bondade, Senhora das Dores, recebe no paraíso estes teus filhos, mártires do Burkina Faso. Alcança misericórdia e perdão para quantos ignoram o reino de Deus e desprezam a dignidade de todos os seres humanos.  

Como ajudar: Os catequistas são pilares no trabalho da Igreja local no Burkina Faso. Desde 2018, que tem havido ataques sistemáticos contra cristãos na região do Sahel. Muitos destes cristãos são testemunhas heróicas da sua fé nas suas comunidades. Em 2018, a Diocese de Dori pediu ajuda à Fundação AIS para nove casais, todos catequistas, que tinham sido forçados a fugir da sua cidade natal, uma vez que se tornara demasiado perigoso permanecer. A um nível mais alargado, a Fundação AIS também apoiou a formação de 1605 catequistas em África.

%d blogueiros gostam disto: