fbpx

26 fev – DIÁLOGO – Burkina Faso: Pe. Simeón Yampa

O Padre Simeón Yampa nasceu em 19 de Fevereiro de 1985 e foi ordenado sacerdote em 7 de Julho de 2014, na Diocese de Kaya, Burkina Faso. Em 12 de Maio de 2019, quando celebrava Missa na sua paróquia, na vila de Dablo, na região central do BURKINA FASO, um grupo de terroristas armados irromperam na igreja. O Padre Yampa foi assassinado no local, juntamente com cinco dos seus paroquianos. Antes de fugirem, os terroristas queimaram a igreja, e saquearam e incendiaram várias lojas pequenas e também o centro de saúde local.

O Padre Simeon tinha sido o sacerdote responsável pelo diálogo inter-religioso na diocese, num país marcado pelo pluralismo religioso. No total, 60% da população é muçulmana, 10% católica, 10% protestante e cerca de 20% ainda segue as religiões tradicionais africanas. Outras fontes falam de 24% de católicos, 6% de protestantes e 10% de seguidores das religiões tradicionais africanas.

Rezemos juntos: Senhor Jesus Cristo, convidas-nos, neste primeiro dia da Quaresma, a praticar boas obras, dar esmola, rezar e jejuar. Nós Te suplicamos: por intercessão do mártir P. Simeón Yampa, assassinado em 2019, no Burkina Faso, durante a celebração da missa, concede-nos a graça de sermos fiéis ao Evangelho e de testemunharmos a fé, sem cobardia nem respeito humano. 

Como ajudar: A Fundação AIS está a empenhar-se em promover a coexistência pacífica, e para isso apoia vários cursos de formação. Ao mesmo tempo, está a incentivar o trabalho de evangelização, que oferece uma forma de aproximar as pessoas e ajuda a prevenir e a combater o terrorismo.

%d blogueiros gostam disto: