fbpx

29 fev – FÉ – Turquia: Bispo Luigi Padovese

Em 3 de junho de 2010, o Bispo italiano Luigi Padovese, de 63 anos, presidente da Conferência Episcopal Turca e Bispo católico da Anatólia, na TURQUIA, foi assassinado pelo seu próprio motorista e guarda-costas na sua residência de verão, na cidade de Iskenderun, perto do local da antiga Antioquia bíblica.

O Governo turco já tinha telefonado ao bispo, avisando-o de que o seu motorista, que eles próprios lhe tinham atribuído quatro anos antes, tinha abraçado a “causa fundamentalista”.

O Bispo Padovese tinha, por isso, cancelado os seus bilhetes de avião para o Chipre, pouco antes de viajar, e decidiu não comparecer à visita do Papa Bento XVI, porque “temia que o seu motorista pudesse aproveitar a ocasião para fazer um atentado à vida do Papa”. Foi então que ele próprio foi assassinado.

Rezemos juntos: O bispo Luigi Padovese foi degolado, na Turquia, em 2010, por um fundamentalista islâmico. O seguimento de Cristo levou-o a dar a vida pelo rebanho a ele confiado. Senhor Jesus, Bom Pastor, Tu vês, chamas e envias os teus discípulos como missionários da misericórdia. Que eu não hesite em dizer sim ao teu convite e que, apesar da minha fraqueza, me deixe entusiasmar pela Palavra de Deus e a traduza em obras concretas. Quero optar por Ti, presente nos mais pequeninos.

Como ajudar: A comunidade cristã na Turquia diminuiu e quase desapareceu desde a perseguição que ocorreu no início do séc. XX. No entanto, há ainda um pequeno número de fiéis católicos que continuam a manter a sua fé, prestando culto em igrejas que remontam quase aos tempos apostólicos. Nos últimos anos, a Fundação AIS tem ajudado as comunidades cristãs na Turquia a restaurar um edifício monástico e duas igrejas, além de prestar ajuda financeira aos refugiados cristãos no país.

%d bloggers like this: