fbpx

Jubileu de Santo António e dos Mártires de Marrocos

No dia 17 de dezembro de 2019, decorreu, em Coimbra, pelas 11h00, no Museu Nacional
de Machado de Castro, a segunda conferência de imprensa de apresentação deste Jubileu. O destaque foi naturalmente para a Nota Pastoral do Bispo de Coimbra, mas também para o envolvimento nesta iniciativa do Museu Nacional de Machado de Castro, do Museu Nacional de Arte Antiga e da Universidade de Coimbra. Foi também apresentado o sítio oficial do Jubileu 2020.

O Ano Santo Jubilar, que decorre entre 12 de janeiro de 2020 e 17 de janeiro de 2021, terá um intenso e vasto programa pastoral e cultural, do qual farão parte conferências diversas, um ciclo de “Diálogos com António”, um congresso científico, peregrinações, exposições, um Concerto e uma Cantata, um roteiro antoniano e publicações diversas, entre muitas outras iniciativas.

Nota Pastoral do Bispo de Coimbra

O Ano Santo de Santo António de Lisboa e dos Mártires de Marrocos assinala festivamente a chegada das relíquias dos cinco frades franciscanos, enviados por S. Francisco de Assis para o Norte de África; a ordenação de Santo António e a sua passagem do Mosteiro de Santa Cruz para o Convento de Santo António dos Olivais.

Coimbra não podia ficar indiferente a esta efeméride nem a esta figura, que se orgulha de contar entre os seus vultos do passado.

O Papa Francisco concede-nos a graça de celebrar este Jubileu. Esperamos que o Ano Santo constitua uma forte motivação para revigorarmos a fé em que Santo António acreditou; entusiasmarmo-nos para o anúncio do Evangelho que ele proclamou; agirmos para edificar a Igreja que ele amou e trabalharmos para fundamentar, em alicerces firmes, a sociedade que influenciou, com a sua vida e a sua doutrina.

%d blogueiros gostam disto: