A boa política está ao serviço da paz

A paz é uma conversão do coração e da alma, sendo fácil reconhecer três dimensões indissociáveis desta paz interior e comunitária:

a paz consigo mesmo, rejeitando a intransigência, a ira e a impaciência e −
como aconselhava São Francisco de Sales − cultivando “um pouco de doçura
para consigo mesmo”, a fim de oferecer “um pouco de doçura aos outros”;
a paz com o outro: o familiar, o amigo, o estrangeiro, o pobre, o atribulado…,
tendo a ousadia do encontro, para ouvir a mensagem que o outro traz consigo;
a paz com a criação, descobrindo a grandeza do dom de Deus e a parte de
responsabilidade que compete a cada um de nós, como habitante deste mundo,
cidadão e ator do futuro.

Da Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial da Paz, 2019

Voltar ao topo