Sede corajosos!

A fotografia da capa da revista poderia ser interpretada assim: Jesus que diz a Maria Madalena para vencer o medo e ir anunciar aos discípulos, com coragem e alegria, que Ele ressuscitou!

Capa edição abril 2018 do Mensageiro de Santo António
Capa edição abril 2018 do Mensageiro de Santo António

O Papa Francisco, no final do mês passado, convocou uma reunião preparatória do Sínodo dos Bispos de Outubro, reunindo cerca de 300 jovens de todo o mundo, porque − disse − “a Igreja quer escutar os jovens”, visto que o Sínodo refletirá sobre o tema “Os jovens, a fé e o discernimento vocacional”. Por isso, o Papa pediu aos jovens que fossem corajosos, que manifestassem os seus desejos mais profundos e verdadeiros e que escutassem com humildade:

Parece que estamos rodeados por uma cultura que, por um lado idolatra a juventude, tentando que ela nunca passe, por outro lado exclui muitos jovens de ser protagonistas da sua história. Muitas vezes, vós jovens sois marginalizados da vida pública e estais obrigados a mendigar um posto de trabalho que não vos garante um futuro. Muitas vezes estais abandonados a vós próprios.

E continuou o Papa:

A Igreja deseja fazer o que Jesus fez com os discípulos, quando lhes perguntou: «Que procurais?». Ele convida-nos a partilhar a procura da vida com Ele, a caminharmos juntos. Não podemos deixar de partilhar com entusiasmo a procura da verdadeira alegria; e não podemos reservar só para nós Aquele que mudou a nossa vida: Jesus.

O Papa, porém, adverte que não devemos simplesmente ‘dizer, mas fazer’:

Os jovens são muito sensíveis aos testemunhos, eles precisam de homens e mulheres que dêem um exemplo de vida de gratuidade e de alegria, que manifestem que o amor de Deus envolveu totalmente as suas vidas.

Deus é Aquele que renova sempre, porque Ele é sempre novo:

Deus é jovem! Deus é o Eterno que, não ficando limitado no tempo, é capaz de renovar, rejuvenescer-se e rejuvenescer tudo. As características mais peculiares dos jovens são as d’Ele: é jovem porque «faz novas todas as coisas» e ama a novidade; porque assombra e gosta de pasmar; porque sabe sonhar e quer que nós também sonhemos; porque é forte e entusiasta; porque constrói relações e pede que também nós o façamos. Deus, como o jovem, põe em jogo toda a sua pureza, a sua criatividade, a sua coragem, a sua energia.

O Papa Francisco concluiu o seu discurso aos jovens fazendo este apelo:

Caros jovens: a Igreja precisa de vós, pedras vivas de uma Igreja com rosto jovem, não rejuvenescido artificialmente, mas reavivado por dentro! (…) Esta é a profecia de hoje: «os anciãos terão sonhos e os jovens profetizarão» (Jl 3,1) (…) Fazei sonhar os anciãos e estes sonhos permitir-vos-ão abrir caminhos novos!

Isto é Páscoa! Feliz Páscoa para todos.

Valorizamos a opinião dos nossos leitores...

%d bloggers like this: