fbpx

Resiliência

Palavra difícil, que se aplica em tantos contextos…

Diz-se de um material que possui a característica de resiliência, que, depois de sujeito a um esforço deformador, consegue recuperar as suas propriedades.
Diz-se de uma pessoa que é resiliente, que consegue ultrapassar o cansaço, regenerando as forças de onde nem sabe bem.

Se, no desânimo da falta de solução para algum problema, alguém consegue tomar um outro rumo e recuperar as suas capacidades iniciais é resiliente. Não esquece o que se passou, mas aprende com o que sucedeu, passando a ser mais e mais resistente e a saber contornar melhor as dificuldades.

Se observarmos o Universo e pensarmos no que se sabe sobre o seu possível início e evolução, podemos perceber que a resiliência também aí se verifica, uma vez que, apesar da tendência para a desordem, existem locais onde a ordem se vai estabelecendo. O Universo vai-se transformando incessantemente, recuperando algumas das suas componentes complexas, mesmo depois da destruição de outras. A evolução do Universo, na sua expansão e transformação constante, é real.

Do mesmo modo, apesar de muitos percalços, a Terra vai-se regenerando continuamente, entre catástrofes naturais e alterações climáticas. Vejamos o que se sabe sobre a evolução do nosso planeta desde a sua hipotética origem. Tudo vai acabando o seu ciclo de vida e dando origem a novas “vidas”. Estas alterações geram novas realidades, parecidas com as anteriores, mas sempre diferentes, segundo um padrão evolutivo.

Veja-se como as plantas voltam a nascer depois de serem devastadas por um incêndio.

Quanto ao ser humano, é essa capacidade de se regenerar, depois de algo que perturbou o natural curso das coisas, que tem a ver com resiliência. E tem-na em quantidade. Quando tudo parece acabar, estando atentos aos sinais, pode antever uma recuperação da sua vida. Contudo, na maior parte das vezes, o resultado não é chegar ao que era antes, mas algo novo, quiçá melhor.

Enquanto as nossas células se vão substituindo, a nossa alma mantém-se, crescendo e fortalecendo-se em sabedoria e conhecimento de Deus. Mesmo na morte, o corpo desfaz-se, mas a alma permanece e continua a crescer em direção a Deus, resiliente que é por excelência.

É a força do Espírito de Deus que trabalha em cada um de nós, oferecendo novos caminhos, que podemos aproveitar, tal como Cristo nos mostrou há mais de 2000 anos.

Tenhamos confiança na resiliência que Deus nos concedeu… e na ressurreição.

%d bloggers like this: