Festival Franciscano “Futuro Simples”

A nona edição do Festival Franciscano decorreu na cidade Italiana de Bolonha, de 22 a 24 de setembro de 2017. Muitos frades e freiras, vindos de vários lugares, saíram à praça principal e encheram as ruas de gente. O tema do evento era: “futuro simples”.
O Festival Franciscano encheu a cidade de alegria e de simpatia. Frades e freiras franciscanos estiveram no meio de tanta gente curiosa e envolvida pelo evento.

É significativo e provocante o tema do festival: FUTURO SIMPLES! Uma chamada de atenção em sentido lato para aquilo que é verdadeiro, belo e necessário para a vida pessoal de cada um e para o nosso contexto social sempre mais complexo, complicado e retorcido. São Francisco gostava de se definir como um “homem simples e iletrado” e apresentava os seus frades como “ignorantes e submissos a todos” (Testamento). Por conseguinte o tema aponta para o caminho da “simplicidade”, como um caminho que é possível percorrer nas relações, connosco próprios, com a vida, com a criação e o ambiente, com a politica, com as redes sociais e com tantos outros desafios deste nosso tempo.

Na magnífica Piazza Maggiore, coração da manifestação, sucederem-se por vários dias os mais diversos eventos: conferências, diálogos, reflexões, música, concertos, jogos, danças, atividades didáticas, laboratórios, oração… numa espécie de grande abraço para com todos (adultos, jovens, crianças…) típico do carisma franciscano.
O Festival quis, portanto, mostrar um estilo novo ou diferente a percorrer, deduzido a partir da vida e do testemunho de São Francisco que encontrava e falava a todos e com todos. São Francisco falava aos homens e às mulheres, independentemente do seu estatuto social, proveniência ou religião.

A “simplicidade”, como sublinhou o bispo de Bolonha, Dom Mateus Maria Zuppi, “não é evitar os problemas, mas enfrentá-los para os resolver”. É um modo de “olhar com confiança para os desafios” diante de “tanta complexidade e tantos medos descabidos”.

Este festival foi uma oportunidade para que muitos membros da família franciscana se encontrassem e trocassem experiências. Uma oportunidade para encontrarem tanta gente, principalmente jovens, que puderam ver que os franciscanos não são pessoas do passado, mas caminham, conhecem e empenham-se neste mundo; têm uma palavra e uma proposta para construir o nosso presente e o nosso futuro.

Mensageiro de Santo António
%d bloggers like this: