fbpx

Colagem para 2018

Desejos e versos

Viver com um pé na primavera
Abrir os olhos, procurar a luz,
Contemplar a neve
até confundir-se com ela.
Sonhar
Assim
Estar dentro de um jardim
de janelas para o mar.
Escrever um poema como um fogo,
Escrever um poema como um barco.
O meu navio é habitar no vento:
Eu vou viajar. Tenho sede! Eu prometo saber viajar.
Em qualquer aventura,
O que importa é partir, não é chegar.
Andar à beira mar calça arregaçada
Calcar de pé a terra enxuta,
Todos os risos e choros
Todas as fomes e sedes.
Imaginar
Imaginar é conhecer, portanto agir.
Multiplicar os beijos, as searas,
Não adiar este abraço,
Não adiar o coração.
Um dia, sem espelhos, havemos de ser capazes
De viver agradecidos.
Fica assim amor. Fica assim intuito.
Prometido.

Estas promessas de ano novo são todas devedoras dos seguintes poetas: Alexandre O’Neill, Almada Negreiros, António Gedeão, António Ramos Rosa, Eugénio de Andrade, Florbela Espanca, Jorge Fazenda Lourenço, José Tolentino Mendonça, Manuel Alegre, Mário Castrim, Miguel Torga, Natália Correia, Pedro Tamen.

%d bloggers like this: