O cacho das uvas e a Eucaristia

Conta a lenda que, ao tempo da invasão dos muçulmanos, em Quintanilla de las Viñas (Burgos, Espanha), um lavrador correu a uma vinha a esconder uma imagem da Mãe de Jesus. Abaixo passava o Douro: vinho à nascença (Quintanilla) e vinho já perto da Foz (o “do Porto”).

A decoração da belíssima ermida de Quintanilla, visigótica, utiliza muito o cacho de uvas. A importância do vinho e da viticultura era grande já na vida dos israelitas. E por isso, o texto bíblico diz que Israel é uma vinha plantada e cuidada por Deus (Is 5,1-4) e que, no Reino, haverá “vinhos velhos e bem tratados” (Is 26,6). Daqui à Eucaristia, o salto é bem pequeno!

Ah!, vindimas da minha juventude!

A decoração da belíssima ermida de Quintanilla, visigótica, utiliza muito o cacho de uvas.
A decoração da belíssima ermida de Quintanilla, visigótica, utiliza muito o cacho de uvas.
Mensageiro de Santo António
%d bloggers like this: