A impossível banalidade do bem

Mesmo a quem nunca leu Eichmann em Jerusalém, livro de Hannah Arendt (Hanover, 1906 − Nova Iorque, 1975) publicado em 1963, certamente lhe ressoará o subtítulo: um relato sobre a…

Este conteúdo é reservado aos assinantes com assinatura Gratuita, AMIGO, PORTUGAL, EUROPA, FORA DA EUROPA e BENFEITOR.
Entrar Faça a sua inscrição
%d bloggers like this: