04 DOC.20210126.30522267.08966068 b

Portão principal de Auschwitz I, onde se lê a frase "Arbeit macht frei" ("o trabalho liberta")

Portão principal de Auschwitz I, onde se lê a frase “Arbeit macht frei” (“o trabalho liberta”).
De acordo com dados do memorial de Auschwitz, pelo menos 232.000 crianças e jovens foram deportados para Auschwitz, dos quais 216.000 eram judeus, 11.000 ciganos, cerca de 3.000 poloneses, mais de 1.000 bielorrussos e várias centenas de russos, ucranianos e outros. No total, cerca de 23.000 crianças e jovens foram registrados no acampamento. Um pouco mais de 700 foram libertados no território de Auschwitz em janeiro de 1945.
EPA / PAWEL SAWICKI / http://www.auschwitz.or

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: